Hipnose

Demonstração didática de um processo de transe  num curso de Hipnose com o Dr. Deroní Sabbi

O QUE É A HIPNOSE?

Hipnose é um estado alterado de consciência e percepção, de profundo relaxamento, no qual o consciente e o subconsciente podem ser focalizados por ficarem mais receptivos à condução e sugestão terapêutica.    Também é denominada Psicoterapia Estratégica Breve.
O trabalho hipnótico facilita a descoberta de novas opções na vida, liberando o potencial
de recursos internos e a quebra de padrões de sentimentos e comportamento indesejáveis.

Hipnoterapia e Reconhecimento Científico
O tratamento com Hipnose é reconhecido como um instrumento científico eficaz, pelo Conselho Federal de Medicina, desde 1998 e pelo Conselho Federal de Psicologia, desde 1999.

A Hipnose já era aplicada por Hipócrates, o pai da medicina, na Grécia.
Hipócrates usou a Hipnose para aprendizado acelerado e para anestesia, além de outras aplicações terapêuticas. E foi usada ao longo da história humana, embora de maneira restrita, por alguns estudiosos. A partir de 1970, os estudos foram muito intensificados.

Em que a Hipnose pode auxiliar

Estudos neurobiológicos recentes indicam que nosso intelecto controla menos de 5% de nosso comportamento, ou seja, 95% de toda mudança comportamental é realizada no nosso inconsciente, ou seja, não estamos conscientes delas.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, 90% da população mundial pode ser hipnotizada e obter os benefícios desta técnica. A maioria de nossas decisões, ações, emoções e comportamentos dependem de 95% da atividade do cérebro que está além do nosso consciente, significando que, a maior parte da nossa vida vem da programação em nossa mente subconsciente, ou seja, que está abaixo do limiar da nossa mente consciente.

É por isto que a Hipnose Ericksoniana é uma ferramenta tão eficaz para as mudanças comportamentais, pois falamos diretamente à mente inconsciente.

 


ENTREVISTA COM O PSICÓLOGO  DERONÍ SABBI
no Jornal do Almoço, em 1988
( atua com hipnose há 45 anos )

 

 

 

Os benefícios mais comuns da HIPNOTERAPIA

– Superar perdas, traumas, abusos, fobias e pânico;
– Estabelecer metas claras e alcançá-las;
– uma dificuldade em resolver um relacionamento;
– dúvidas sobre transição de trabalho;
– dificuldades em escolher uma profissão,
– Melhorara concentração,  a memória e o aprendizado;
– preparar-se para concursos e  vestibulares;

– Desenvolver novas habilidades;
– Superar conflitos internos e de relacionamento afetivo e familia
– Otimizar a Auto-estima, Segurança e determinação
– Reestruturar experiências passadas
– Eliminar vícios, dependências químicas ( cigarro, álcool, drogas)
– Superar a dependência de internet e de outras coisas

– Emagrecimento, Obesidade, Bulimia e Hábitos Alimentares inadequados
– Ansiedade, Depressão, Apatia e Angústia
– Hiperatividade / Síndrome do Pensamento Acelerado
– Stress Pós-traumático
– Timidez , Medo de falar em público,
– Fobia social e o enrubescimento

– Gagueira e problemas de fala
– Bloqueios emocionais, afetivos e sexuais
– Medo de dirigir, de altura, de animais
– Doenças respiratórias e psicossomáticas
– Impotência e frigidez
– Fibromialgia

– Distúrbios do Sono – Sonambulismo
– Superar a Dor física – Anestesia
– Pressão alta ou muito baixa
– Transtorno Obsessivo compulsivo – TOC
– Preparação psicológica e emocional de cirurgias
– Gerar sintonia e harmonia na comunicação – verbal e não verbal
– Fazer mais amigos, melhorar relacionamentos em família e no trabalho.
– Modificar comportamentos repetitivos que bloqueiam nosso crescimento pessoal ou profissional.

– Neutralizar limitações, como inseguranças, timidez, complexos, indecisões, ressentimentos…
– Estimular a assertividade, a autoestima e a criatividade.
– Eliminar hábitos compulsivos, como roer unhas, comer em excesso, etc.
– Fortalecer estados positivos de humor, segurança, entusiasmo,
– Criatividade e transformar esses estados em processos contínuos.
– Fortalecer estratégias para organizar e realizar metas/objetivos, individual e em equipe.

ORIGENS DA HIPNOSE ERICKSONIANA

A hipnose Ericksoniana é assim chamada, por ter sido criada pelo Dr. Milton Erickson, psicólogo e psiquiatra, considerado a maior referência  mundial dos praticantes em hipnose médica e psicoterápica.  Ele ensinou e praticou uma espécie de hipnose que era branda, elegante, permissiva e respeitosa ao cliente. Descobriu que  sugestões autoritárias e diretas enfrentariam resistência e por isto utiliza outros recursos como oportunidades, metáforas, símbolos e contradições, e demonstrou de várias formas que isto traz um resultado melhor.

E seu primeiro paciente foi ele próprio. Quando contraiu poliomelite, recebeu um diagnóstico médico de pouco tempo de vida. Perdeu a fala, a capacidade de andar, mas longe de desistir, usou sua força de vontade, começou a aplicar a auto-hipnose e aos poucos foi se recuperando. Ao invés de ficar ocioso, utilizou o tempo acamado para estudar a comunicação não-verbal, a linguagem corporal e a escolha das palavras.

Foi assim que Milton Erickson tornou-se tão hábil em ler as pessoas: superando as próprias limitações. Nas ultimas décadas, suas brilhantes e inovadoras estratégias para a psicoterapia, a hipnose e a comunicação, se tornaram temas de numerosos congressos e conferências internacionais. Centenas de livros e inúmeros artigos foram escritos sobre ele e seus métodos de hipnose.

O sucesso nos tratamentos, a criatividade de Erickson e o seu poder de observação foram legendários e suas técnicas formaram a base de todo um estilo de procedimentos terapêuticos e hipnóticos.

Entre as contribuições de Milton Erickson, está a sua influência na Programação Neurolinguística, que em boa parte tem suas raízes na hipnose.
Sua destacada habilidade em produzir curas surpreendentes, despertaram o interesse dos criadores da PNL em estudar suas habilidades e modelar seu talento.
Assim, algumas das principais técnicas da PNL, foram inspiradas pelo trabalho de Erickson, incluindo padrões verbais associados com linguagem e sugestão hipnótica, a dissociação, ressignificação, mudança da história pessoal e ponte ao futuro.

MITOS E VERDADES SOBRE A HIPNOSE

O Mito da Perda ou enfraquecimento da vontade
– 
Hipnose não é controle mental ou lavagem cerebral. Na hipnose Ericksoniana o estado de transe é sempre uma auto-hipnose, onde o hipnoterapeuta usa métodos comunicativos para influenciar resultados positivos.
Durante o transe, você não está imobilizado. Você sabe exatamente onde está durante o tempo todo. Pode ajustar a sua posição, se coçar, espirrar ou tossir. Pode abrir os olhos e mesmo sair do transe na hora que quiser. Você permanece orientado como pessoa, lugar e tempo.

Mito da Inconsciência
– No tratamento clínico, a hipnose não é um circo como vemos em algumas apresentações de TV. O transe hipnótico é caracterizado por uma dissociação consciente/inconsciente onde a consciência está presente, e é desejável que esteja para participar no processo de cura.
Considera-se inconsciente os processos que não temos consciência.

Mito de Confessar Segredos Sem Querer
– Mesmo em transe profundo, na hipnose,  a mente conserva um sentido de vigilância que protege a integridade da pessoa. O bom terapeuta trabalho com um pressuposto de respeito e amorosidade.

Na hipnose Ericksoniana raramente a pessoa é convidada a falar.
– A sabedoria do  subconsciente é capaz de resolver silenciosamente os conflitos mais profundos. Algumas tradições de sabedoria dizem que temos um Eu Superior no nosso subconsciente. Muitos conflitos podem ser tratados sem que a pessoa compartilhe os detalhes
que não quer compartilhar.

Mito de Não Voltar do Transe
– Se, eventualmente, por estar numa experiência muito agradável ou num transe mais profundo, a pessoa não aceitar a sugestão de voltar do transe, basta deixá-la mais alguns minutos, e naturalmente, o transe hipnótico se transforma em sono fisiológico e ela acorda. E aquelas sugestões não a afetam. Então não há porque temer isto.

Mito de Que a Hipnose Possa Ser Prejudicial
– Existe uma parte de nossa mente subconsciente que é sábia e protetora, e absorve apenas aquilo que é saudável e útil.
Naturalmente, como a hipnose é uma poderosa estratégia de comunicação com o subconsciente, só deve ser usada por pessoas devidamente treinadas, competentes e éticas.

Mito da Regressão
– Hipnose não é regressão
. A regressão é apenas um fenômeno hipnótico e um recurso que pode ser usado quando necessário, na hipnose. O objetivo é encontrar as causas dos distúrbios e limitações e curá-las, na sua raíz.

Quantas sessões são necessárias?
Depende de cada caso. Isto é avaliado na primeira sessão, onde é feita uma anamnese, levando-se em conta diversos fatores, que você pode ver com mais detalhes a respeito no link Psicoterapia estratégica

O QUE ACONTECE NA HIPNOSE?
Na Hipnose a  pessoa fica completamente consciente, mas desliga a maioria dos estímulos ao seu redor, que ficam em segundo plano. O foco de atenção é tão estreito que outro estímulo no ambiente é ignorado ou bloqueado fora da consciência por um tempo.

O hipnoterapeuta atua como um facilitador, um companheiro de viagem, apenas alguém que está ao lado enquanto a parte  inconsciente da mente da pessoa trabalha. Ele pode fazer sugestões esboçadas para ajudar o cliente a formular processos específicos internos (sensações, memórias, imagens e diálogo interno) que conduzam a resultados mutuamente combinados, sempre com cuidado, respeito e amorosidade.

Não há nada a temer, porque a hipnose é um processo completamente seguro quando é usada profissionalmente com este cuidado e amorosidade. O relaxamento experimentado é agradável e regenerador. O cliente em hipnose só faz aquilo que estiver de acordo com sua consciência interior, sua ecologia interior. O terapeuta ajuda a pessoa a alcançar seus objetivos estimulando uma conexão com seu interior.

No final de cada sessão de hipnose, o hipnólogo cuidadoso sempre dará sugestões pós-hipnóticas de autonomia e liberdade, favorecendo para que, no dia a dia a parte  inconsciente da mente possa continuar por si mesma com um processo natural e saudável de mudanças.

O que acontece de fato na hipnose é que o cliente vai internalizando, assimilando a técnica e aprende a usá-la em forma de auto-hipnose, como uma ferramenta de autoajuda, o que estimula a independência e o caminhar com suas próprias pernas.

ESTADOS HIPNÓTICOS DO COTIDIANO

Todos nós experimentamos estados hipnóticos, naturalmente, ao longo do dia.
Por exemplo, quando nos dá um branco ao fixarmos a atenção em determinado objeto,
ao dirigir o carro no piloto automático, ao ler um livro, ouvir uma música, pintar um quadro, envolver-se com um filme ou em qualquer outra atividade onde coisas externas parecem ser desligadas. Em qualquer circunstância onde seja necessária uma grande concentração, automaticamente você se transfere para um estado hipnótico natural.
De acordo com a Organização Mundial de Saúde, 90% da população mundial pode ser hipnotizada e obter os benefícios desta técnica.
 A Hipnose é reconhecida como um instrumento científico eficaz pelo Conselho Federal de Medicina  desde 1998. E pelo Conselho Federal de Psicologia desde 1999.

FENÔMENOS HIPNÓTICOS

Rapport
É o primeiro fenômeno que acontece. É o laço de confiança e empatia, pois o cliente se solta, na medida que confia no hipnoterapeuta.

Distorção do tempo
A percepção do tempo se altera para mais ou para menos. Trinta minutos parecem cinco, dez minutos parecem ter durado uma hora.

Dissociação
Os estados psicológicos consciente e inconsciente ficam separados. No estado de transe hipnótico o consciente está presente, mas a pessoa percebe que algo mais está acontecendo.

Amnésia
É a perda da habilidade de lembrar. É diferente do esquecimento porque o conteúdo “esquecido” parece ter sido selecionado pela mente. Ocorre espontaneamente em transes profundos ou pode ser sugerido pelo hipnoterapeuta conforme o caso.

Hipermnésia
Aumento da capacidade de lembrar fatos do passado próximo ou remoto ocorrem na hipnose.

Regressão de idade
Consiste em reviver estados psicológicos do passado espontaneamente ou por solicitação do hipnoterapeuta. É muito comumente usada na hipnose.

Progressão de idade
Consiste em ver-se no futuro, projetar-se para o futuro imaginado ou desejado, e até mesmo formar um “eu futuro” que pode aconselhar ao “eu presente” sobre o que fazer para atingir objetivos saudáveis.

Analgesia – anestesia
Analgesia consiste no entorpecimento da consciência da dor. Anestesia perda completa da consciência da dor. Fenômenos hipnóticos muito úteis em pessoas nas quais o uso de analgésicos e anestésicos é contra-indicado.

Movimentos ideomotores
São movimentos automáticos de algumas partes do corpo que acontecem automaticamente ( tremores, repuxões, levitações) ocorrem com frequência na hipnose.

REGRESSÃO

Como funciona a Regressão de Memória
A regressão não está ligada a nenhum tipo de religião, crença ou credo. Para que a regressão funcione, basta que haja aceitação do procedimento.

É um processo auxilia da Hipnose…

Todos nós somos capazes de usar a nossa imaginação. Todos nós temos uma capacidade de visualizar imagens e, sobretudo, todos nós temos intuição. As respostas dos nossos problemas estão dentro de nós mesmos. Só é preciso se permitir acessá-las.

O mais importante para que a regressão funcione é estar aberto para as respostas que surgem em nossa mente deixando a parte racional, os julgamentos e o ceticismo de lado. Podemos dizer que a regressão de memória é considerada uma terapia mais rápida do que as convencionais.

Não existe nada de sobrenatural nem de milagroso atuando na dissolução dos seus problemas. Há apenas o desbloqueio e a integração emocional, que aliado à sua vontade de mudar de vida, atuam para abrirem certas áreas que estavam bloqueadas ou desequilibradas.

Em se tratando de algum trauma, através da regressão de memória você poderá reviver a situação traumática com mais maturidade, compreensão e total acompanhamento terapêutico.

PARA MARCAR UMA CONSULTA CLIQUE AQUI

O nosso Cronograma Existencial

Momento Atual: É o momento presente onde se encontra a sua queixa inicial. O momento onde culmina todos os efeitos e todo aprendizado de todas as experiências vividas, sejam elas conscientes ou não.

Adolescência: É um difícil momento de transição para maioria das pessoas. Nesta fase buscamos identidade como ser no mundo. Surgem conflitos de relacionamento, sexuais, profissionais, entre outros. Algumas pessoas carregam esses conflitos no decorrer dos anos fazendo com que a vida torne-se confusa e sem sucesso.

Infância: É o período onde se estrutura a personalidade do indivíduo. Para Freud é o período mais importante da vida psíquica, onde ocorre o desenvolvimento da sexualidade. Para Jung, é nesta fase que a personalidade se estrutura com todas bagagens arquetípicas da evolução da humanidade e de vida anteriores. Muitas crianças nesta fase são marcadas por traumas decorrentes de brigas entre os pais, ou por serem submetidas a castigos severos ou até acidentes em geral.

Nascimento: o nascimento é uma fase muito importante para o Ser humano. É o momento em que ocorre a primeira inspiração, e uma drástica mudança de ambiente (dentro da barriga da mãe para o ambiente externo). Muitos de nós carregamos alguns traumas ocorridos na hora do nascimento como complicações no parto, adaptação ao ambiente externo como a luz, ar, a temperatura etc. Este momento também pode ter sido experenciado com muita alegria e vibração.

Vida Intra-Uterina: É o período desde a fecundação até o nascimento. É o momento que começa com a união do espermatozóide com o óvulo, o período onde a Ser se corporifica na matéria. Todas as experiências são geradas no pequeno cérebro que funciona como uma fita de gravador, onde serão registradas todas as sensações e sentimentos da mãe e do pai. É importante para este Ser que os sentimentos em relação a ele(a) sejam os mais harmoniosos possíveis.

Vivências Passadas:  Neste estágio de regressão, podemos vivenciar momentos que parecem ter acontecido em situações que antecedem a concepção. Para entendermos o processo de regressão à vivências passadas, é necessário deixar de lado a idéia do tempo cronológico que serve apenas para orientação. O tempo é uma realidade que transcende nossas limitações espaciais.

A divisão presente, passado e futuro é meramente didática, destinada a reduzir a termos compreensíveis uma realidade que, sob muitos aspectos, ainda nos escapa, mas parece contínua e simultânea. Portanto, não há tempo nem espaço, tudo acontece ao mesmo tempo. O presente é apenas uma linha móvel que arbitrariamente imaginamos para separar em duas – passado e futuro – um realidade indivisível e global, assim como a memória.

HIPNOSE EM PORTO ALEGRE  E CAXIAS DO SUL

DERONÍ SABBI utiliza a hipnose desde 1974, acumulando em sua carreira, milhares de casos com excelentes resultados. Busca  aprimoramento em Técnicas Avançadas de Hipnose, mais de 45 anos de prática, com mais de 5000 horas de cursos de aprimoramento em Hipnose e disciplinas associadas à ela e à Psicologia Transpessoal.
Depois de sua graduação em Psicologia em 1987, participou de cursos internacionais com os principais seguidores do maior hipnoterapeuta do século XX, Milton Erickson: Zefrey Zeig(EUA), Ernst Rossi(EUA), Stefen Gulligan(EUA), Tereza Robles(México), Sofia Bauer, Milton Saling, Bradford Keeney(EUA).
Fez formação em Regressão e Reparentalizacão com Otávio Rivas Solis (México) e em DIVERSAS ABORDAGENS que potencializam o  processo terapêutico.
Psicólogo com PósGraduação em Psicologia Transpessoal.
Personal e Profissional Coach, Escritor e Conferencista, Master Trainer em Programação Neurolinguística ( Universidade da California-EUA), com Robert Dilts e John Grinder, co-criadores da PNL. Formação em Constelação Familiar, Pocesso Avatar(EUA), Dinâmica de Grupo, Aprendizagem Acelerada, Eneagrama, Jogos de Empresa, Terapia da Linha do Tempo, Renascimento, Respiração Holotrópica.

Após ministrar cerca de 2000 palestras e cursos na área da educação, empresarial e ao público em geral, desde sua graduação como psicólogo(1987), recebeu o título de  Doutor Honoris Causa em Psicologia da Educação pela Universidade Emil Brunner(EUA).

Com Stephen Gulligan, um dos discípulos de Milton Erickson,
um dos maiores mestres no aprendizado.

DEPOIMENTOS:
” Quando fui acometida de leucemia e em duas ocasiões posteriores com Câncer, o trabalho psicoterapêutico do Dr. Deroni fez grande diferença e foi um dos principais instrumentos de minha recuperação. Encontrá-lo foi uma benção para mim e minha família. ”
Marilia Port – Arquiteta em Canela.

” O acompanhamento psicoterapêutico diferenciado que tive com o Dr. Deroní foi fundamental para a minha recuperação de um Câncer há alguns anos. Me deu o suporte emocional que permitiu uma aceleração de todos os processos curativos.”
Lorena dos Santos – Canela

” Em 1990 procurei o Dr. Deroní Sabbi e não conseguia dirigir, pois estava muito bloqueada. tentei durante muitos anos havia tentado e não conseguia. Com apoucas sessões de hipnoterapia com ele, voltei a dirigir.”
Cassia Correa – Canoas

 

Saiba mais  a respeito no link Psicoterapia estratégica e marque uma consulta.

 


Mais informações:
(51) 3029 1430 – 3061 2295 | (51) 98129 5544 (whatsapp) |  atendimento@sabbi.com.br