Constelações sistêmicas familiares e empresariais

Constelações Sistêmicas Familiares e Empresariais

Encontros Quinzenais
Av. João Wallig, 768 (próx. ao Iguatemí- Porto Alegre)
Informações: Fone 3029 1430

Constelação Familiar

“Tudo está ligado, como o sangue que une uma família. Todas as coisas estão ligadas. O que acontece a Terra recai sobre os filhos da Terra. Não foi o homem que teceu a trama da vida. Ele é só um fio dentro dela. Tudo o que ele fizer à teia estará fazendo a si mesmo.” Chefe Seattle
“A reverência aos antepassados não é uma questão de crença, mas uma questão de prática – a prática de olhar para o fundo de nós próprios para reconhecer a presença dos nossos antepassados em nós, em cada uma das nossas células. ” Thich Nhat Hanh

Constelações Familiares e Organizacionais em Porto Alegre

Constelações Familiares na práticaParticipe do Workshop

O workshop em “Constelações Familiares e Empresariais” é uma vivência impactante, onde parte da temática é trazida pelos participantes, relacionada aos seus conflitos familiares e organizacionais. Cada pessoa pode optar por participar trabalhando uma questão que a incomoda ou apenas colaborando como representante, para depois então decidir se constelar.

Você verá que todos se transformam em uma família positiva, fluindo para encontrar boas soluções para a vida, para seus familiares e organizações.

Quem coloca sua constelação tem a chance de perceber como as forças do amor muitas vezes nos levam a destinos difíceis e como as mesmas forças quando reconhecidas podem levar à solução. Os representantes também são beneficiados no contato com o campo, pois muitas vezes se identificam com o outro, curando assim suas dificuldades. (Consulte a agenda e participe do próximo!)

Algumas temáticas que são levadas frequentemente às constelações familiares:
– Por que algumas situações se repetem em minha vida?
– Por que me sinto deslocado em minha própria família?
– Por que temos conflitos familiares com frequência?
– Por que nossos filhos não são felizes?
– Por que minha saúde fica abalada e não encontro soluções nos tratamentos que faço?

sintonia
O que são Constelações Familiares ?

É um trabalho sistêmico-fenomenológico desenvolvido no início dos anos 80 pelo filósofo, psicoterapeuta e consultor alemão Bert Hellinger. Bert Hellinger mostra que os acontecimentos trágicos da história da família podem ter um efeito nas gerações posteriores, de tal forma que os membros da família podem manter uma lealdade invisível e imitar inconscientemente o destino difícil dos antepassados ou expiar por eles. Através das Constelalões Familiares, é possível ajudar a si mesmo e aos membros da família, a encontrar soluções para as suas dificuldades.

constelaçao arvore anscestral

O que são Constelações Familiares
Uma inovadora abordagem de raiz psicoterapêutica e energético-espiritual que coloca em evidência os profundos laços que unem uma pessoa à sua família, inclusive às gerações mais longínquas.
Quer saibamos ou não, quer aceitemos ou não. Quer consideremos a família, importante ou não. Esses laços são de tal maneira poderosos, que situações mal resolvidas por membros de uma certa geração, são incorporadas por membros das gerações posteriores, que se sentirão irresistivelmente atraídos para a sua resolução, permanecendo prisioneiros de fatos pelos quais não foram minimamente responsáveis. E tudo isso ocorre em um processo inconsciente, através do que é chamado “transmissão transgeracional”.

constelaçao regressao

Problemas ocorridos na família atual (inclusive através de amigos muito próximos), ou dos antepassados, acabam criando uma rede que se estende ao longo de gerações, afetando relacionamentos pessoais e profissionais, sem que o indivíduo tenha percepção disto.

Quando você trabalhar a sua Constelação Familiar, descobrirá que muitas das suas dificuldades ou problemas de relacionamento, são resultados de confusões no seu sistema familiar. Esta confusão começou em algum momento da sua vida, quando incorporou inconscientemente e sem querer, o destino de outra pessoa viva ou que viveu no seu passado. Trata-se apenas da repetição do destino dos membros familiares que foram excluídos, esquecidos ou não reconhecidos no lugar que pertencia a eles.

O método recria a sua família na forma de “esculturas vivas”, investiga onde você está “emaranhado” até sua ancestralidade, o que permite localizar e remover bloqueios do fluxo amoroso de qualquer geração ou membro da sua família. Promove a libertação dos “nós”, a reconciliação com seu sistema familiar, seu lugar de fato no mundo, para que o amor, a saúde e a prosperidade voltem a fluir em sua vida.

Importante: O trabalho com as Constelações não tem nenhuma conotação religiosa ou relacionada e também prescinde da necessidade de crenças religiosas.

Dentro do campo sistêmico, entendemos que o inconsciente coletivo, enquanto parte da psique, está presente na vida da pessoa de modo invisível, sendo diferente do inconsciente pessoal, pois sua existência não está ligada às experiências pessoais. O inconsciente coletivo abarca todas as experiências de todas as pessoas da família, seguindo também as experiências de todas as famílias humanas, ou seja, de toda humanidade. E ele não distingue vivos e mortos. Portanto, o fato de se lidar com os mortos nas constelações, não significa espiritismo, como pensam alguns, mas com os arquétipos, com as repetições, com o que se mostra como padrão dentro dos sistemas humanos. Padrões que se repetem como sofrimento, como elementos limitadores à vida e à felicidade.
maos constelaçao

Peculiaridades:
Pertencemos a uma família desde que nascemos até depois da nossa morte. Pertencer a uma organização é uma escolha e é temporária, o que torna muito mais complexo, estes sistemas.
A função de um membro é menos definida e pode mudar .
Nas Constelações Organizacionais há a possibilidade de testar soluções ou simular vários cenários .

Nas Constelações Organizacionais, a visualização da solução abre caminhos mais rápidos para a resolução .
As Constelações Organizacionais têm uma carga menos emocional do que as Constelações Familiares. Leia mais….

Informações que convém coletar antes de participar de uma constelação:
Doenças recorrentes na família. Pessoas tratadas injustamente, excluídas ou esquecidas pelos familiares. Violações. Adoções. Mortes trágicas. Conflitos devido a heranças. Cancer. Rupturas económicas. Depressões. Ruptura de relações importantes.
Leia mais….

Origens
Ao contrário de outras abordagens, a Constelação Familiar nasceu da prática e a prática foi quem gerou a teoria. Durante mais de 30 anos, o psicoterapeuta, teólogo e filósofo Bert Hellinger, observou os fenômenos que ocorriam nos trabalhos terapeuticos que ele desenvolvia. Descobriu uma série de leis ocultas que atuam sobre as pessoas, grupos, famílias e nações, assim como o caminho para encontrar as soluções que nos pareciam antes inacessíveis e até inimagináveis, as quais se revelam, de maneira misteriosa e quase mágica, no decurso de uma Constelação Familiar.

Além do inconsciente individual (Freud) e do inconsciente coletivo (Jung), segundo Hellinger, existe um Insconsciente Familiar compartilhado pelos membros de uma mesma família e que se transmite às gerações seguintes, que é estruturado a partir de todos os acontecimentos que compõem a história familiar – nascimentos, mortes, uniões, separações, rejeições e exclusões, sucessos, fracassos, padrões de conduta, etc.

Este inconsciente familiar influencia de forma intensa alguns membros e afeta significativamente suas vidas. Eles tornam-se identificados ou “emaranhados” a outros integrantes da família, frequentemente de gerações anteriores, que foram ¨excluídos¨ ou que tiveram um percurso de vida sofrido ou um “destino” infeliz. Algumas vezes o membro emaranhado nem sequer tem conhecimento do episódio de exclusão que ocorreu com os seus familiares. Porém ele capta estas informações do inconsciente familiar e retoma/revive o “destino” daquela pessoa, ou tenta compensar fazendo o que outro “deveria” ter feito.

A observação empírica destes fenômenos permitiu que fossem descobertas algumas regras ou ordens naturais que regem o inconsciente familiar e que se forem restauradas, garantem o bem estar e a harmonia dos integrantes da família.
Embora essas ordens naturais sejam reconhecidas por culturas antigas desde diversas tribos nativas, ao Japão, África, Tibet, entre outras, elas vêm sendo ignoradas pela maior parte da humanidade, causando grandes distúrbios, conflitos e dores em escala individual e coletiva.

* A primeira lei ou ordem, se refere ao pertencimento (estabelecido pelo vínculo): Todos têm o igual direito de pertencer.
* A segunda lei se refere ao equilíbrio entre dar e receber.
* A terceira lei diz que há uma hierarquia de tempo (estabelecida pela ordem de chegada): os mais antigos têm prioridade sobre os mais novos que vêm depois.

É pela violação dessas leis numa família, que surgem as chamadas compensações através de outros membros, muitos que sequer haviam nascido quando o problema aconteceu. Essas compensações – ou seja, problemas – podem aparecer na forma de dificuldade para lidar com dinheiro, complicações amorosas, traições, repetições de fracassos profissionais etc. Isso ocorre porque toda a família, desde a primeira geração, é uma espécie de rede em que todos os integrantes estão conectados, mesmo que não se conheçam ou tenham vivido na mesma época.

Compreender, valorizar e entrar na sintonia com essas leis, é um dos importantes passos para o reequilíbrio sistêmico.

constelaçao arvore anscestral 2

Como é o trabalho

O método não requer a presença de toda a família, pois trabalha-se o sistema familiar a partir de uma única pessoa. Pode ser aplicado isoladamente no consultório, ou em workshops de 10 a 20 participantes. Nos Workshops, cada pessoa pode optar por participar trabalhando uma questão que a incomoda ou apenas colaborando como representante.

A pessoa que trabalhará sua constelação, expõe brevemente a questão que deseja resolver, sem maiores detalhes. Os demais participantes que representarão os membros da sua família, são posicionados no espaço terapêutico e ela senta-se para assistir o trabalho.

Quem coloca sua constelação tem a chance de perceber como as forças do amor muitas vezes nos levam a destinos difíceis e como as mesmas forças quando reconhecidas podem levar à solução.

Os representantes da família do constelado, também são beneficiados no contato com o campo, pois muitas vezes se identificam com o outro, curando assim suas dificuldades. E fato notável, é que eles se sentem como as pessoas reais da família do constelado, independentemente de tê-los conhecido. É um fenômeno natural, constatado milhares de vezes nas constelações. O amor que emerge durante a constelação familiar é o mesmo amor que adoece e o que tem a sabedoria da solução quando se torna consciente.

Pesquisadores científicos avançam em estudos que lançam alguma luz, sobre o porque esse fenômeno acontece. É o caso de Rupert Sheldrake. Este biólogo inglês afirma que a transmissão hereditária não se propaga só através dos genes, mas também através de campos morfogenéticos que encerram uma memória coletiva da respectiva espécie. Cada indivíduo da mesma espécie enriquece o seu campo e conecta-se com essa memória. Esta teoria, baseada em diversas pesquisas, indica que nossa atividade mental gera um campo energético que se estende além de nosso cérebro, no tempo e no espaço, promovendo vibrações que atuam como canais de comunicação de informações que podem ser captadas por vários indivíduos de um mesmo grupo.

À semelhança do que acontece nos campos eletromagnéticos – e o que Hellinger chama de Campos do Conhecimento – isto também explicaria os efeitos à distância, que as constelações podem ter até sobre membros da família que não participaram, nem tiveram conhecimento do trabalho e manifestam uma mudança de comportamento.
Tudo é conduzido com poucas palavras, pois o que mais interessa é a atuação sobre o campo morfogenético da família. O trabalho se processa através da linguagem corporal e de frases sugeridas pelo terapeuta, que têm um efeito integrador e libertador, ajudando a trazer para a luz o que antes estava oculto.

Restabelece-se assim a Ordem do Amor e rompe-se a cadeia de destinos guiados pelo sofrimento e por impulsos inconscientes.

Constelao EmpresarialPara quem se destina

Qualquer pessoa que queira crescer, ou trabalhar aspectos preocupantes e repetitivos. Casais e seus familiares com dificuldades nas relações pessoais, lutos em suspenso, bloqueios profissionais, vícios, comportamentos destrutivos, enfim…À Todas as pessoas que sentem que alguma coisa não explicada está prendendo sua vida e sua felicidade, seja nas áreas familiar, relacionamentos, profissional, prosperidade financeira ou prosperidade de vida, saúde ou qualquer outro “impedimento de viver”.

Profissionais da área da psicologia, gerontologia, medicina, trabalho social, educação e direito, que se confrontam com realidades como a violência na família, gravidez adolescente, doenças psicossomáticas, direitos humanos, relações interétnicas, desordens alimentares, entre outros.

Informações que convém coletar antes de participar de uma constelação:

Doenças recorrentes na família. Pessoas tratadas injustamente, excluídas ou esquecidas pelos familiares. Violações. Adoções. Mortes trágicas. Conflitos devido a heranças. Cancer. Rupturas económicas. Depressões. Ruptura de relações importantes. Abortos. Divórcios. Difamação. Novas uniões. Meios-irmãos conhecidos ou desconhecidos. Roubos importantes. Segredos de família. Morte de pessoas jovens. Suicídios ou tentativas. Prisioneiros. Migrações. Fraudes. Acidentes. Pessoas torturadas e desaparecidas. Feitos de guerra. Fortuna com origem suspeita. Relações do pai ou da mãe antes da sua união. Filhos que morreram a seguir ao parto ou de tenra idade. Doenças degenerativas. Anorexia ou bulimia.

Esta lista tem o único objetivo de servir de base a uma reflexão anterior a participação, uma vez que as consequências dos problemas referidos, podem surgir em gerações posteriores sem que as pessoas implicadas se tenham conhecido.

Leia também: Constelações Empresariais / Organizacionais!